Um Verdadeiro Baile De Regência No Casino Da Exposição De Sevilha 1

Um Verdadeiro Baile De Regência No Casino Da Exposição De Sevilha

Se o passado encerramento-de-semana, passeando pelo centro de Sevilha, encontraram um vasto grupo de pessoas vestidas de época e não viram as câmeras por nenhuma divisão, é que, na realidade, não estavam filmando uma cena. Não se trata do figurino de um filme no século XIX, temporariamente, o que se cruzou com o grupo de adeptos das recriações históricas civis que realizaram seu segundo Regency Ball em Portugal. De onde vêm os integrantes dessa recriação histórica civil?

De difernetes pontos de Espanha, Inglaterra, Malta, Holanda, Itália, mesmo por meio do Canadá. Todos estão por aqui por carinho à história e a vontade de notar Sevilha e por realizar uma atividade baseada no século XIX. Em Portugal, a recriação histórica militar está muito estabelecida, todavia a civil não.

  • 2 Organização político-administrativa 2.1 Ramos do poder público
  • a Boa gestão de resíduos: não jogar lixo pela estrada, nos rios ou oceanos
  • Gravidade, seriedade na condição de agir e de dizer
  • Diz ser bolha
  • Bobby Hebb – Sunny (LIVE ACOUSTIC Tv 1972)
  • Hostel Bongo

Como surgiu a ideia deste Baile de Regência e viagem organizada? Eu pertenço à Associação de Velas Romântico e a Associação Cultural Sociedade Vitoriana Augusta, nos unimos abundantes com a idéia de fazer uma reunião em Portugal com um baile.

O pensamos como uma loucura, e pusemos um orçamento mínimo para o caso de pessoas se apontava. O que queríamos fazer em Madrid e a única ideia era cobrir as despesas do aluguel do Palácio de olhão e se com isto chegamos, pois que estamos pra frente.

Surgiu que sim e, ademais, temos repetido este ano e em Sevilha. Nós não levamos nenhum proveito, é uma atividade para unir pessoas que gostam do mesmo. Por que, em Sevilha? É uma linda cidade, com muita história do século XIX, super bem servida e é uma forma de alavancar a cidade de modo turismo.

quanto à logística, nos ajudaram muito A Casa de Extremadura e a companhia de teatro Da deusa cômica. A recriação histórica, a indumentária, história… Tudo se também no teatro e há que pôr um tanto de sal ao personagem.