Eleições Gerais 2019: Local Só Garante O Apoio A Rajoy Para Esta Investidura 1

Eleições Gerais 2019: Local Só Garante O Apoio A Rajoy Para Esta Investidura

A política espanhola demanda uma data de investidura para Mariano Rajoy. Mas prontamente que está fixada (trinta de agosto), todos passam a folha do calendário, em pesquisa de respostas para o futuro. O não do PSOE, o PP, somado ao dos independentistas, aboca, ao menos no dia de hoje, uma investidura falha. O jogo de Albert Rivera, aceitou negociar com o PP de Rajoy, depois de que fora designado candidato à Presidência pelo Rei.

Cientes de que não existia o assunto de um passo atrás dele, rectificaron o seu veto, todo o seu ponto político da campanha, mediante a determinação de um pacto contra a corrupção, negociam um acordo de investidura. Dessa forma, trabalham pra que exista um documento que possa somar mais apoios.

Mas assumem que, depois do dia 2 de setembro, data da segunda votação de investidura -onde é necessária maioria descomplicado-, uma derrota de Rajoy pode abrir novos cenários. Como pano de fundo, existe a posição de Cidadãos que a Lusa é a quem cabe buscar os apoios necessários e fazer as diligências necessárias.

  • Eliminação do Estado Maior Presidencial
  • Henry Kravis
  • Poder da Imagem Pública
  • Aumento da taxa de doenças dos ecossistemas costeiros
  • quatro A cultura se abre pro universo

José Manuel Villegas, vice-secretário-geral do Local e membro das negociações. Ao mesmo tempo, por cota do PP não fecha a porta para convencer os Cidadãos para que passe de um acordo de investidura a contrato de legislatura. Desde o jogo de Rivera a todo o momento mantiveram que a tua prioridade é que haja Governo para a legislatura começa, e possam botar em prática outras das reformas que proclamam. Foi a direção que guiou em fevereiro, a negociação com o PSOE e nesta ocasião com o PP.

No caso de Pedro Sánchez, foi assinado um acordo de Governo, porém que não conseguiu marcar mais de 130 apoios. O líder socialista, saiu derrotado. Então, Cidadãos imediatamente reconsiderou a sua posição, uma questão que provocou tensão com os socialistas, que se recusavam a falar este aspecto.

Após uma reunião com o PSOE, concordaram em colocar esse acordo de Governo como base para qualquer negociação ou acordo. Mas a partir Cidadãos desmarcaron de que fora Sánchez quem deveria encabeçar. Enfatizaram que o seu tratado era com as medidas, não com um candidato.

Rivera. “Não me importa em tão alto grau quem será o presidente do Governo, porém o que vai fazer desse Governo”, adicionou. Fontes do PP indicam que a negativa do Povo é um obstáculo para a investidura. Consideram que está instalado no “bloqueio não”, o que “dificulta a investidura”, e justificam esse ponto no que “parece mais preocupado com seus dados eleitorais no País Basco, que por facilitar a governabilidade” em Portugal. Cidadãos se sobressaem avessos a uma aproximação com a formação basca e alertar ao PP de cautela em possíveis conversas.

↑ Widows, Richard (12 de janeiro de 2009). “Performance Chasing: A Losing Strategy”. TheStreet (em inglês norte-americano). ↑ Wasik, John. “Why You Shouldn’t Buy a Highly-Rated Mutual Fund”. ↑ Staff, Investopedia (vinte e cinco de novembro de 2003). “Buy And Hold”. Investopedia (em inglês norte-americano).