Amaya Arzuaga: "Nossa Meta É Conseguir A Estrela Michelin" 1

Amaya Arzuaga: “Nossa Meta É Conseguir A Estrela Michelin”

Após tudo, vestir-se bem e ingerir bons vinhos são prazeres da existência. Sim, eu não mudei em tal grau. Visto como antes, continuo interessada por moda e todos os processos criativos do design transporte pro que eu estou fazendo nesta hora. Sempre estive ligada ao vinho e à gastronomia. Antes, pra celebrar e desfrutar, nesta ocasião como profissional. O que você faz exatamente?

Na nossa adega de Quintanilla de Onésimo tenho um restaurante gastronómico, Oficina. O chef Vítor Gutiérrez tem uma estrela Michelin e a nossa meta é conseguir a estrela pro restaurante. Também faço sessões de degustação de vinho com harmonização de tapas gastronômicas. E dirijo o hotel Da Casa da Planta, que está no centro do povo. Por que deixou o projeto?

o Motivos económicos, essa decadência que todas as empresas sofrem? Não só econômico, poderia ter resistido qualquer coisa mais. Ser independente na atualidade é muito complexo, há a necessidade de um investidor e, no momento em que o acha, se você está vendendo um tanto. Eu nunca quis vender o meu nome. Gigantes como a Zara, H&M ou cabos têm feito o negócio impensável.

Eu nunca tinha competido com a Zara. O espaço que temos no mercado é muito nanico. Está desaparecendo esse desejo de buscar um designer mais especial, contrário. E a mim sempre me tem motivado o design puro. Está provado que o low cost cópia para os designers de verdade.Vendem a valor barato o que trouxeram de outros. Nos dias de hoje, até os políticos arrancou seus mestrados.Quanto a mudar um zíper, prontamente não é considerado plágio. Louboutin processou a Zara na sola vermelha dos sapatos, tua marca registrada, e perdeu o pleito já que o tom de vermelho variou um tanto. O que você faz dentro do restaurante?

  1. 4 Casamentos e filhos
  2. 2005 Apresentadora “Prêmio Lo nuestro da Música Latina”, a Univision
  3. 1974 So Much Love (descomplicado)
  4. seis 2010 1.6.1 Bronco, pela Patagônia
  5. Albarracín (Espanha)

O site é imenso, entretanto só damos cerca de trinta pessoas. Eu adoro de investigar com ele, aprendo a cada dia. Deste modo é conhecido como Oficina. Antes estava sentadita na mesa e de imediato eu estou de pé descrevendo o que servimos. Eu passo bem.

Uma experiência que mudou pra Madrid.Meu antigo showroom eu transformado em um espaço profissional dedicado à degustação de champagne e vinhos, fazemos degustações de óleo, tampas de refeições preparadas pelo nosso segundo cozinheiro e oficinas a carta. É um espaço para desfrutar de sabores, odores ou vídeos. Não há nada sendo assim em Portugal. O abrimos ao público em outubro.

E este boutique hotel com uma decoração que lembra tal em suas coleções, entre claro e vanguardista? A Casa da Planta era uma fazenda de vinhedos e eu queria que o hotel esteja integrado no recinto do vinho.

Se há enoturismo, passeios a cavalo pelas Margens do rio Douro entre veados e javalis e visitas à adega, que fica a 12 km. E com tal campo, será que você Não tenta conduzir-se para MasterChef? Nunca curti de apresentar a minha vida e de estar pela mídia.